Interclubes Brasil de Kart: Curta história de uma corrida longa

Interclubes Brasil de Kart

No último final de semana participei do Interclubes Brasil de Kart 2018, organizado pela CPKA, uma corrida de Endurance que reune os maiores clubes de kart do Brasil para uma disputa em equipe de 6 horas. Essa foi minha primeira participação em corridas de longa duração e pretendo passar pra vocês algumas dessas experiência.

PLANEJAMENTO

Primeiro de tudo, planeje bem seu dia de corrida. Esteja na pista a tempo de ouvir o briefing e preparar sua equipe para corrida. Tenha disponível para a equipe uma mesa e cadeiras para os pilotos e membros da equipe.

Outro acessório fundamental é ter uma placa para comunicação com o piloto, para que a estratégia definida no box seja passada para o piloto, e esse deve seguir a estratégia do box para o melhor da equipe, pois quem está de fora consegue acompanhar muito melhor o andamento da corrida e os adversários.

Nosso box no kartódromo Granja Viana

COMUNICAÇÃO

O regulamento do Interclubes proibia o uso de rádio na pista. Em provas de endurance, a comunicação box-pista é fundamental.

Para que isso aconteça é necessário combinar bem o que cada código de pista significa. A principal é saber como será feita a chamada para os box. Defina também uma forma pela qual o box consiga ver a quantidade de combustível no tanque (principalmente para quando o combustível estiver no final).

Mas não é só o box que precisa falar com a pista, mas o piloto pode precisar de alguma comunicação também. Tenham algum código para o piloto passar informações para o box.

ESTRATÉGIA

O maior segredo de todas as equipes é a estratégia utilizada na pista.

Os fundamentos para uma boa estratégia de corrida são constância nos tempos de volta, manter a equipe com o tempo de volta próximo dos líderes e realizar o mínimo de paradas possível.

A partir disso, cada equipe define o melhor momento para as paradas de box e o tempo dos stints de cada piloto.

Para a estratégia, usar um Lap Timer como o Qstarz faz toda a diferença.

Com ele o piloto sabe seu tempo de volta no volante do kart, vê comparativos dos tempos de volta, velocidade do kart e assim pode gerenciar a estratégia da equipe na pista, decidindo por uma ultrapassagem na hora de certa ou pela troca antecipada do kart que não estiver com boa performance.

FERRAMENTAS

Para acompanhar os tempos de volta, posições na pista, penalidades, tempo de corrida e voltas, é muito importante ter um computador, tablet ou smartphone com acessos à internet e ao Race Monitor.

Este recurso está disponível em versão gratuita e básica no site dos principais kartódromos do Brasil.

Pódio do interclubes Brasil de Kart 2018

Quer ver como foi a corrida? Confira aqui

O resultado final ficou:

1º: CKB/Academia do Kart
2º: F-Kart
3º: F-Kart
4º: Monster Kart
5º: CPKA/Meteoro
6º: AMIKA

  • Luiz Cazarré

    Ray, bem-vindo ao fascinante mundo dos endurances de kart! Foi muito bom ver você nos boxes e na pista, espero que participe sempre daqui pra frente!